25 de maio

GDF - Administrações Regionais
Maria da Penha ONLINE Governo do Distrito Federal
2/08/23 às 14h48 - Atualizado em 2/08/23 às 14h48

GDF libera R$ 41 milhões para Cartão Prato Cheio, Cartão Gás e DF Social

COMPARTILHAR

A Secretaria de Desenvolvimento Social do DF (Sedes) liberou nessa terça-feira (1º) R$ 41.883.930 para pagamentos do Cartão Prato Cheio, DF Social e Cartão Gás. A maior parte do recurso, R$ 24.663.500, foi investida na concessão do crédito de R$ 250 do programa Cartão Prato Cheio para 100 mil famílias.

No caso do DF Social, neste mês, foram beneficiadas 70 mil famílias, com investimento de R$ 10.410.730. Já o Cartão Gás contempla 70 mil pessoas com crédito bimestral para a compra de botijão de gás de cozinha. O montante, nesse caso, é de R$ 6.809.700. No DF, há famílias beneficiárias dos três programas.

“São programas de referência do DF que dão suporte às famílias em vulnerabilidade social. Com os pagamentos sendo realizados juntos, os cidadãos conseguem se programar, programar as compras. O Cartão Prato Cheio e o Cartão Gás são fundamentais na garantia da segurança alimentar e nutricional. Já o DF Social é um complemento importante para as famílias que vivem na extrema pobreza”, explica a secretária de Desenvolvimento Social, Ana Paula Marra.

No Cartão Prato Cheio, são nove parcelas mensais para a família comprar alimentos. Encerrado esse período, o beneficiário precisa fazer novo agendamento no Centro de Referência de Assistência Social (Cras) e passar por avaliação do atendimento socioassistencial.

Já o DF Social concede benefício mensal de R$ 150 do DF Social para famílias com renda per capita de até meio salário mínimo, inscritas no Cadastro Único. Neste caso, não é preciso solicitar o benefício. As famílias que atendem aos critérios são incluídas pela Sedes no programa.

Para saber se está entre os beneficiários do DF Social, o cidadão deve consultar o site GDF Social. A abertura da conta pode ser feita pelo aplicativo BRB Mobile. Basta ter em mãos um documento original com foto – Registro Geral (RG) ou Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

No Cartão Gás, o benefício de R$ 100 é pago em parcelas bimestrais para a compra de botijão de 13 kg de gás liquefeito de petróleo (GLP). Os beneficiários podem utilizar o cartão apenas nos estabelecimentos cadastrados no programa para compra exclusiva do botijão de cozinha.

Para ter acesso ao Cartão Gás, é necessário ter inscrição no Cadastro Único, renda familiar per capita de até meio salário mínimo, declarar comprometimento de renda com a aquisição do GLP de 13 kg, morar no Distrito Federal e ter idade igual ou superior a 16 anos. O cidadão só perde o benefício se deixar de atender aos critérios.

*Com informações da Sedes / Edição: Débora Cronemberger

Mapa do site Dúvidas frequentes