25 de maio

GDF - Administrações Regionais
Maria da Penha ONLINE Governo do Distrito Federal
11/08/23 às 16h29 - Atualizado em 11/08/23 às 16h29

Quem não retirar e desbloquear o cartão Prato Cheio perderá o benefício

COMPARTILHAR

A Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedes) alerta que há 4.034 beneficiários que não retiraram o Cartão Prato Cheio nas agências do Banco de Brasília (BRB). São cidadãos que estão em situação de insegurança alimentar e nutricional, que fizeram solicitação no Centro de Referência de Assistência Social (Cras) e foram contemplados com o benefício, mas não estão utilizando o crédito de R$ 250 para a compra de alimentos.

O prazo para retirada do cartão nas agências do BRB vai até a próxima sexta-feira (18). Segundo a legislação do programa, o beneficiário tem dois meses, a contar da disponibilização na agência bancária, para buscar e desbloquear o cartão. Se não o fizer, perderá o benefício e precisará fazer nova solicitação no Cras.

O Cartão Prato Cheio atende, atualmente, 100 mil famílias, com ciclo de nove meses de pagamento do benefício. Para saber se foram contemplados e onde buscar o cartão, os cidadãos devem acessar o site GDF Social, colocar CPF e data de nascimento de quem foi cadastrado.

O desbloqueio do cartão é feito no caixa eletrônico da agência bancária ou pelo aplicativo do BRB. A partir do momento em que for contemplada, a família recebe o crédito, que é acumulativo. Ou seja, se o cidadão recebe há dois meses e não utilizou o recurso, o crédito referente aos dois meses estará lá.

“O cidadão que foi contemplado e não retira o cartão deixa de receber o auxílio do Cartão Prato Cheio e ainda ocupa o lugar de outras famílias que aguardam na fila para receber o benefício e também estão em situação de insegurança alimentar e nutricional”, alerta a secretária de Desenvolvimento Social, Ana Paula Marra. “Quem solicitou o benefício no Cras deve consultar o site GDF Social para saber se foi contemplado.”

*Com informações da Sedes

Texto: 

Agência Brasília* | Edição: Chico Neto

Mapa do site Dúvidas frequentes