25 de maio

GDF - Administrações Regionais
Maria da Penha ONLINE Governo do Distrito Federal
16/10/23 às 11h36 - Atualizado em 16/10/23 às 11h36

Novo acesso da Epig para a Estrada Setor Policial Militar é liberado

COMPARTILHAR

O novo acesso para a Estrada Setor Policial Militar (ESPM) foi liberado na manhã desta sexta-feira (13). Localizado mais à frente do antigo, o trajeto será utilizado pelos motoristas que estiverem na Estrada Parque Taguatinga (EPTG) ou na Estrada Parque Indústria e Abastecimento (Epia) e desejarem entrar na ESPM.

O ponto de entrada será permanente, e o antigo já se encontra interditado. A partir da ESPM, os motoristas podem chegar ao Setor Policial Sul, ao Eixo Monumental, à L2 Sul e ao Aeroporto Internacional de Brasília, entre outras localidades do Distrito Federal.

Conforme explica o engenheiro da Secretaria de Obras do Distrito Federal (SODF) Carlos Magno, a criação do novo acesso ocorreu para dar continuidade na execução da fundação de um dos viadutos em construção na Epig. “Além disso, com a interdição da via antiga, a obra consegue avançar também na execução de outros serviços, como escavação, terraplenagem e pavimentação de novas vias previstas no projeto”, detalha.

A via Epig passa por reforma para implantação de corredor exclusivo destinado ao transporte coletivo no canteiro central. O primeiro trecho, situado no intervalo entre a EPTG e o fim da interseção viária entre a Epig e o Setor Policial Sul, abrange implantação de corredor BRT, construção de dois novos viadutos, instalação de ciclovias, obras de drenagem, pavimentação, sinalização, paisagismo, calçadas e mobiliário urbano.

A obra integra o Corredor Eixo Oeste, um projeto do Governo do Distrito Federal (GDF) que ligará o Sol Nascente ao Eixo Monumental e ao Terminal Asa Sul. O corredor terá 38,7 km de extensão e passará por importantes vias da cidade, como as avenidas Hélio Prates e Comercial Norte, o Centro de Taguatinga e a Estrada Parque Taguatinga (EPTG), onde se dividirá entre a Estrada Parque Indústrias Gráficas (Epig) e a Estrada Setor Policial Militar (ESPM).

Fonte: Catarina Loiola, da Agência Brasília | Edição: Chico Neto

Mapa do site Dúvidas frequentes