25 de maio

GDF - Administrações Regionais
Maria da Penha ONLINE Governo do Distrito Federal
20/12/23 às 10h06 - Atualizado em 20/12/23 às 10h06

Famílias de três RAs recebem alimentos arrecadados em campanhas solidárias

COMPARTILHAR

A ceia de Natal da aposentada Marlene Pereira estava em risco. Moradora da Estrutural, a senhora de 68 anos alimenta quatro bocas dentro de casa. E não sabia como garantir um jantar especial para a família nas festas de final de ano.

“Tenho só o meu benefício para pagar as contas de água, luz, telefone… Então, quando soube que o GDF ia entregar kits de alimentos hoje, não perdi tempo”, conta Marlene, que conhece bem o impacto que a conta do mercado tem no seu bolso. “Um saco de arroz custa quase R$ 40, o feijão também está muito caro. Essa doação chegou no melhor momento possível, vai nos ajudar muito!”.

Junto com Marlene, mais de mil moradores da Estrutural, do Sol Nascente/Pôr do Sol e da Ceilândia receberam doações de alimentos na manhã desta terça-feira (19). Os kits foram montados com os produtos fornecidos pela campanha Solidariedade Salva, uma parceria entre o Governo do Distrito Federal (GDF) e produtores culturais da iniciativa privada.

“São arrecadações coletadas em grandes eventos de Brasília com a meia-entrada solidária – a pessoa doa 1 kg de alimento não perecível e paga menos pelo ingresso”, explica a primeira-dama Mayara Noronha Rocha. “Ou seja, enquanto se diverte, ela ajuda famílias que vivem em situação de vulnerabilidade. É a população do DF fazendo a diferença junto com o governo.”

A primeira-dama ressalta que a escolha da data para a entrega das doações foi estratégica. “Esses kits vão garantir uma ceia natalina para famílias em situação de vulnerabilidade, pessoas que às vezes não teriam condições de colocar um prato de comida à mesa nas festas de final de ano”, afirma Mayara. “Desejamos que esse espírito natalino permaneça durante todo 2024 no Distrito Federal”.

Colaboração

Ao todo, 1,1 mil kits de alimentos foram doados nas três regiões, com itens como arroz, feijão, óleo, macarrão e farinha de milho. A entrega contou com a ajuda das administrações regionais de cada uma das cidades, que ajudaram no cadastramento das famílias e na divulgação.

Para o administrador do Sol Nascente/Pôr do Sol, Cláudio Ferreira, a ação do GDF veio na hora certa. “Nossa cidade está crescendo, mas ainda temos muitas famílias necessitadas. Com a chegada do Natal e do Ano Novo, esses alimentos vão ajudar muita gente, garantindo momentos mais felizes”, observa. “Doamos 300 cestas nesta manhã, fruto da parceria com produtores culturais de todo o DF”.

Na Ceilândia, além dos 400 kits da Campanha Solidariedade Salva, outras 441 cestas verdes foram distribuídas, fruto de uma parceria entre a administração regional da cidade e agricultores locais. Cenouras, batatas doces, repolho, abóbora… A variedade surpreendeu o mecânico Erick Barbosa, 34.

“Receber arroz, feijão e óleo já era muito importante para mim, porque as coisas estão muito caras. Mas, além disso, ganhar uma cesta cheia de legumes é maravilhoso”, comemora o morador de Ceilândia. “Essa doação vai ajudar bastante as pessoas humildes, mães solo e deficientes como eu. Pessoas que enfrentam uma luta gigante para viver com dignidade.”

Texto: Carolina Caraballo, da Agência Brasília | Edição: Igor Silveira

Mapa do site Dúvidas frequentes