08 de dezembro

GDF - Administrações Regionais

Destaques

 

A  Administração do Sol Nascente/Pôr do Sol, está trabalhando em parceria com a Novacap para fazer a desobstrução de ramais das bocas-de-lobo, na Avenida Trem Bom, no Trecho III do Sol Nascente.

O Governador Ibaneis Rocha esteve presente na manhã da última sexta-feira, 12/11/2021, na inauguração da creche CEPI Jandaia no Pôr do Sol. A creche atenderá aproximadamente 188 crianças, de (0) zero a (5) cinco anos, em período e tempo integral.  O investimento feito pelo Governo do Distrito Federal (GDF) foi de R$ 3.746.173,28. A obra foi gerenciada pela empresa GCE Construtora. Estiveram presentes no local: o Governador Ibaneis Rocha, o Secretário de Governo, José Humberto, o Presidente da Câmara Legislativa, Rafael Prudente, o Deputado Guarda Jânio, a Secretária de Educação, Hélvia Paranaguá, Coordenador Regional de Ensino, Carlos Ney, e o Administrador da cidade, Cláudio Ferreira.

 

No último dia 27/out/2021, o Administrador Cláudio Ferreira visitou as obras de infraestrutura do Condomínio Pinheiros no Trecho II-Sol Nascente. Recentemente foi finalizado a pavimentação e agora está sendo implantado os bloquetes nas ruas que ficaram de fora na primeira etapa das obras. O Administrador aproveitou também para informar aos moradores dos Condomínios Pinheiros e Brasil que já foi autorizado a ligação para o tratamento de esgoto dessa região.

 

 

O programa SEJUS Mais Perto do Cidadão, da Secretaria de Justiça, foi um sucesso no Sol Nascente. O governador Ibaneis Rocha visitou a ação pela manhã e aproveitou para verificar os níveis de glicemia.
A ação cidade começou na sexta-feira (8) e terminou neste sábado (9). Nos dois dias, foram atendidas 5 mil pessoas. Este foi o recorde de atendimentos já registrados numa região administrativa. Até então, o maior número de pessoas beneficiadas havia sido em Samambaia com 4 mil atendimentos.
“Esse é um trabalho muito importante da Secretaria de Justiça porque atende as pessoas que precisam desde a emissão de um documento de identidade até um exame complexo na área oftalmológica. Fico feliz quando vejo a população sendo tratada com respeito”, disse o governador ao visitar o local. Ibaneis Rocha destacou, ainda, o lado lúdico do evento, com brincadeiras para as crianças.
A secretária de Justiça e Cidadania, Marcela Passamani, reforçou que o projeto SEJUS Mais Perto do Cidadão já beneficiou cerca de 80 mil pessoas no Distrito Federal. “Com a volta do atendimento presencial, está sendo possível dar continuidade a esse programa. Hoje, temos aqui corte de cabelo, dentista, médico e serviços do Na Hora fazendo a segunda via da identidade totalmente gratuita, entre outros serviços”, avaliou Passamani. 
O administrador do Sol Nascente/Pôr do Sol, Cláudio Ferreira, disse que, desde ontem, os serviços estão sendo muito procurados. O mais requisitado, segundo o administrador, foi tirar a segunda via da carteira de identidade, seguido por exames oftalmológicos e odontológicos. Os exames de prevenção do câncer de colo do útero é uma parceria da SEJUS com a Secretaria da Mulher.
FONTE: Agência Brasilia

 

No último dia 03 de  outubro, às 9h, a Novacap realizou o certame da licitação . O valor estimado da obra será de R$ 53.104.205,21.

 

Se você tem ideias boas para a sua cidade, se liga nessa informação! 👉 A Seduh vai dar um rolê pelo DF para discutir com a população os desafios de tornar as nossas regiões administrativas melhores para se viver. 👏

Arraste o post pro lado, confira o dia da sua cidade e participe! Serão 7 oficinas do dia 2 a 23/10, sempre aos sábados de forma simultânea, presencial e virtual.

🗨 Nelas, a comunidade vai debater questões como, meios de transporte, habitação, novas áreas de regularização, a pressão urbana em áreas de proteção ambiental, participação social, entre outros. Todas relacionadas ao processo de revisão do Plano Diretor (PDOT) do DF.

Informações de local, horário e inscrições podem ser conferidas nos próximos dias em nossas redes sociais e no endereço em www.pdot.seduh.df.gov.br (link na Bio) #SomosSeduhDF

 

Sol Nascente vai ganhar uma rodoviária

Mais um passo foi dado para a construção do primeiro terminal de ônibus urbano do Sol Nascente. Foi publicado nesta segunda-feira (13), no Diário Oficial do Distrito Federal, o edital de concorrência pública que visa contratar a empresa que vai construir o novo terminal. As propostas devem ser entregues no dia 15 de outubro, às 10 horas, no endereço indicado no edital.


O investimento previsto para a execução do projeto é de R$ 3,5 milhões e o prazo para a conclusão das obras é de 18 meses. Devem ser criados cerca de 80 empregos direitos e indiretos na construção do terminal.


“Esta é uma obra muito aguardada pela população do Sol Nascente e o GDF quer dar prioridade na construção desse espaço. O novo terminal será amplo, confortável e com acessibilidade para todos os usuários”, destaca o subsecretário de Terminais da Secretaria de Transporte e Mobilidade, Ronivaldo Bento Costa.


O novo terminal será construído na Quadra 105, Conjunto M, AE1 (Trecho 2) do Sol Nascente e vai beneficiar cerca de 20 mil pessoas. Distribuído em uma área de 24,2 mil metros quadrados, o projeto conta com seis baias para embarque, 10 pontos de estocagem, 14 vagas de estacionamento para veículos e 11 para motos, paraciclos com 24 vagas, três salas para apoio administrativo, além de lanchonete e banheiros com acessibilidade.


Atualmente, o Trecho II é atendido por três linhas, com 231 viagens em dias úteis, 150 aos sábados e 85 aos domingos.


Com a infraestrutura do terminal, outras linhas serão criadas e haverá ampliação da oferta de transporte coletivo que atende o local, de forma que os usuários poderão ter acesso a destinos como Rodoviária do Plano Piloto, W3 Sul, W3 Norte, SIA/Saan, Águas Claras, Pistão Sul e Samambaia.


FONTE: Agência Brasília

  RAXXXII não para!

A empresa Costa Brava, contratada pelo GDF, está na fase de conclusão da pavimentação asfáltica dos Condomínios Embaré e São João nas margens da VC 311, no Trecho II. O próximo passo será a colocação dos meios-fios e ondulações.

Lembrando que o período de licitação para as obras dos Trechos I e III está quase concluída e o projeto urbanístico do Pôr do Sol também está na fase final!

Foi inaugurado pelo Governador Ibaneis Rocha, o Centro de Referência e Assistência Social (CRAS),onde mais de 5 mil famílias serão beneficiadas com atendimento.

O Governador aproveitou a ocasião e visitou algumas obras de pavimentação no Trecho II.

“Por muitos anos os governantes fecharam os olhos para os moradores do Sol Nascente/ Pôr do Sol, mas esse tempo felizmente acabou. Nós criamos a régua administrativa para integrar os dois bairros e entregar infraestrutura que os moradores merecem. Já investimos mais de R$107,4 milhões em obras na região e vamos em frente que vem muito mais por aí”

Os Administradores de Ceilândia e do Sol Nascente/ Pôr do Sol: Deputado Delegado Fernando Fernandes e Cláudio Ferreira, estiveram na tarde da última terça-feira (02/08), na Administração Regional de Ceilândia, com representantes da Educação, tratando de assuntos relacionados como a mudança do Coordenador Regional de Ensino de Ceilândia.

Na manhã da última quinta-feira, 22/07/2021, os Administradores de Ceilândia e do Sol Nascente/Pôr do Sol, Delegado Fernandes e Cláudio Ferreira, estiveram presentes em uma reunião no auditório do Hospital Regional de Ceilândia (HRC), para tratarem a respeito do mutirão de vacinação contra o COVID- 19 na  sexta-feira, sábado e domingo.

RA-XXXII não para! 

Reunião com o 8° Batalhão, 4°CPR, 23ª DP e com os moradores do Pôr do Sol, na reunião foram tratados  de assuntos relacionados à segurança pública dos comércios da região.

Em um esforço conjunto do administrador do Sol Nascente/Pôr do Sol, Cláudio Ferreira com as forças de segurança do Distrito Federal, está sendo intensificado as rondas policiais na cidade, com isso,  moradores e comerciantes do Sol Nascente e Pôr do Sol, agradecem o empenho em proporcionar segurança para todos.

 

     

GDF concluiu um processo de regularização por mês. Em dois anos e meio, já foram 30 áreas legalizadas. Decreto regulamenta Lei da Reurb e dará mais agilidade às ações. Live vai explicar a norma às 18h

A regularização fundiária, com todas as benfeitorias que proporciona, vai se tornar realidade para 50 mil moradores de regiões carentes do Distrito Federal. Com a assinatura de decreto para regulamentar a Lei Complementar n° 986/2021, a Lei da Reurb, o governo leva segurança jurídica e infraestrutura a pessoas que residem em áreas vulneráveis de Sobradinho, Planaltina, Sol Nascente/Pôr do Sol e São Sebastião.
O decreto que regulamenta a lei e detalha os procedimentos para sua efetiva aplicação foi assinado nesta terça-feira (6) pelo governador Ibaneis Rocha, em cerimônia no Palácio do Buriti. Com a norma, serão criadas oito novas Áreas de Regularização de Interesse Social (Aris), o que vai permitir uma reestruturação urbana a partir de um projeto elaborado pelo Plano Diretor de Ordenamento Territorial (Pdot) do DF, a cargo da Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Habitação (Seduh).
Quem também ganha com a lei complementar são os comerciantes dessas áreas. Antes irregulares, agora eles passam a ter o licenciamento para atividade econômica que permite o funcionamento dos comércios. Fora isso, com a segurança jurídica, os comerciantes ganham respaldo para tomar empréstimos bancários e ser vistoriados por órgãos federais.
“Esse é um passo importante para a execução dos projetos e regularização de tudo aquilo que o Estado ficou devendo a vocês em inúmeros anos. A lógica do governo é regularizar o que pode ser regularizado. É levar alegria, e não trator e tristeza”, destacou o governador Ibaneis Rocha durante o evento no Palácio do Buriti.
Além de melhorar a legislação que trata da regularização urbana, a lei chega para ajudar a acelerar os processos de áreas que ainda não foram regularizadas. Esse trabalho é destacado pelo secretário de Desenvolvimento Urbano e Habitação, Mateus Leandro Oliveira, ao falar dos avanços em dois anos e meio de gestão.
“Estamos comemorando a aprovação de uma nova lei de regularização fundiária e um número muito expressivo, que é a conclusão de 30 processos de regularização em apenas dois anos e meio, comparado com os últimos dez anos, quando apenas dez processos tinham chegado ao seu final. Isso se deve a uma gestão muito comprometida com o avanço dos processos de regularização, uma gestão clara para dar celeridade e melhorar a legislação”, afirma.
Infraestrutura e qualidade de vida
Com a sanção da lei, fica permitido também ao poder público iniciar obras de infraestrutura em núcleos urbanos informais em processo de regularização. A nova legislação permite, por exemplo, a implementação de sistemas de abastecimento de água potável, coleta de lixo, tratamento do esgotamento sanitário, redes de energia elétrica domiciliar, iluminação pública e soluções de drenagem.
A notícia traz alívio a Rita de Cássia, representante da Associação de Moradores, Lutadores e Apoiadores do Residencial Dorothy Stang. Ela lembra dos tempos de insegurança que, agora, vão ficar no passado. “A comunidade vivia o pânico e o medo da reintegração de posse, insegurança jurídica. A lei chega como um sopro nas nossas vidas, traz dignidade e esperança de vida melhor. Agora é pensar em ter água, energia, novos tempos. Estamos falando de uma área onde vivem 750 famílias que viviam com o medo de perder suas casas”, explica.
Já o presidente da Companhia de Desenvolvimento Habitacional do Distrito Federal (Codhab), Wellington Luiz, destaca uma “mudança radical” na vida dessas pessoas. “O que era desesperança se transforma em esperança. Elas vão ter a certeza que terão escrituras de suas casas, terão infraestrutura na porta das casas”, aponta.

Fonte: Agência Brasília

 

A população do Sol Nascente e Pôr do Sol, tem muitos motivos para sorrir, o Governo do Distrito Federal, irá beneficiar cerca de 420 famílias, com apartamentos novos, o empreendimento ficará localizado na quadra 105 do Sol Nascente. Ao todo são seis condomínios, que contam com 36 prédios de 4 andares.

Quem adquirir o imóvel  poderá  realizar o financiamento, com  valor até 30% abaixo do praticado no mercado.

Os apartamentos serão  de dois e três quartos. As unidades de dois quartos, são de  56,69 metros quadrados, já os apartamentos de três quartos, são  de 68,36 metros quadrados.

A Companhia de Desenvolvimento Habitacional do Distrito Federal (Codhab-DF), já indicou 2,5 mil cidadãos classificados da lista de habilitados com com renda familiar entre R$ 1.800,01 e R$ 2.600, para o empreendimento. A empresa responsável para a construção dos edifícios, será a Construtora Unik Engenharia, que ganhou a licitação promovida pela companhia.

 

Sol Nascente/Pôr do Sol é a região administrativa que reúne a população mais carente do Distrito Federal. O cenário está mudando, com obras de pavimentação nas ruas e outras melhorias executadas pelo Governo do Distrito Federal (GDF). Agora, a região vai receber um restaurante comunitário com capacidade para fornecer 2, 5 mil refeições diárias.processo de licitação para a escolha da empresa que vai construir a unidade será aberto nas próximas semanas. Está sendo conduzido pela Companhia Urbanizadora da Nova Capital do Brasil (Novacap). O investimento estimado para a obra é de R$ 5,5 milhões. 

O Restaurante Comunitário do Sol Nascente/Pôr do Sol terá 368 lugares. O espaço será construído na Quadra 105, Conjunto O, Área Especial 1, Trecho 2, em um terreno de 2.797 m², aproximadamente. A edificação ocupará uma área de 1.558m².A unidade vai funcionar das 11h às 14h. A exemplo dos demais estabelecimentos do DF, as refeições servidas vão primar pela qualidade nutricional. A alimentação saudável e adequada é um direito de todos os brasileiros, mas nem sempre comunidades em situação de vulnerabilidade têm acesso a pelo menos um prato de comida por dia.

Comunidade carente


A Região Administrativa Sol Nascente/Pôr do Sol tem uma população estimada de 170 mil pessoas. Desse total, cerca de 60% se encontram em situação de vulnerabilidade. “Muitas famílias vivem de doações, recebem cestas básicas do governo ou são ajudadas por associações; são pessoas muito carentes”, explica o chefe de gabinete da administração local, Antônio José da Silva.
O presidente da Novacap, Fernando Leite, avalia como positiva a confirmação de que uma unidade de alimentação popular será erguida no local.  “A construção desses restaurantes representa melhoria na qualidade de vida da população”, afirma. “O governador Ibaneis Rocha tem trabalhado e investido para que várias regiões do DF tenham acesso a essas unidades, e a Novacap tem a expectativa de licitar, ainda este ano, cinco novos restaurantes”.

@ibaneisoficial 
@claudioferreira289 
@segovdf 
@agencia.brasilia

 

A Administração Regional do Sol Nascente e Pôr do Sol, em parceria com a Novacap estão implementando a colocação dos meios-fios na QCS 02 trecho 02 Sol Nascente, no local onde anteriomente já havia sido colocada a massa asfáltica.

As obras seguem acontecendo por toda a cidade do Sol Nascente e Pôr do Sol, e logo teremos uma cidade totalmente revitalizada.

Para o administrador Cláudio Ferreira é muito importante que as obras na cidade estejam em andamento. “Os moradores merecem uma cidade organizada, bonita e estruturada, e estamos aqui trabalhando para que as obras sejam concluídas e eles possam usufruir dos benefícios”, diz Cláudio Ferreira.

O GDF está empenhando em modernizar o Sol Nascente /Pôr do Sol, e com a ajuda de todos, a cidade ficará cada vez melhor.

 

 

O Administrador do Sol Nascente e Pôr do Sol, Cláudio Ferreira, esteve reunido na tarde da úlitma segunda-feira (10), com o Comandante-geral da Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF), Coronel Márcio Cavalcante Vasconcelos, para tratar de demandas importantes na área da segurança pública para a cidade.

"É muito importante para a população que a administração do Sol Nascente e Pôr do Sol e os órgãos de Segurança Pública estejam alinhados, isso garante que as demandas de segurança pública sejam atendidas e quem ganha com isso são as pessoas, mais segurança é garantia de uma qualidade melhor de vida para nossa gente", afirma Cláudio Ferreira

O trecho 2 do Sol Nascente na VC 311 e também a localidade do trecho 3, ganham mais de 5 mil m² de grama, o serviço é realizado pela Novacap. O trabalho de paisagismo na região já está dando uma nova cara para a nossa cidade.

" A revitalização dessas áreas deixa nossa cidade mais bonita, e para que essas localidades se mantenham sempre bem cuidadas é preciso que a população também faça a sua parte, cuidando dos espaços públicos" , afirma o administrador Cláudio Ferreira.


O administrador Cláudio Ferreira visitou a bacia de contenção que fica entre os trechos 1 e 2 do Sol Nascente, a manutenção da limpeza da bacia, era um pedido antigo da população, e juntamente com a equipe da RA-XXXII, tem-se conseguido realizar um trabalho de limpeza muito bom para a comunidade.


Mas para que a bacia de retenção se mantenha sempre limpa, é importante que a população também faça a sua parte, não espalhando lixo em locais inadequados.

O administrador do Sol Nascente/Pôr do Sol, Cláudio Ferreira, juntamente com o deputado Fernando Fernandes e o deputado Rafael Prudente, estiveram na tarde desta segunda-feira (1º), na QCS 2, conjunto B, para dar inicio ao serviço de pavimentação asfáltica na localidade, que será feita pela Novacap. O compromisso foi firmado no final de 2020, em parceria com André Clemente,secretário de Economia e José Humberto Pires, secretário de Estado de Governo. O governador Ibaneis Rocha, se comprometeu em trazer essa importante obra para os moradores da QCS 2, conjunto B.

O presidente da Câmara Legislativa do Distrito Federal, deputado Rafael Prudente, falou da importância do compromisso do estado com a população. “Foi feito o compromisso com os moradores, e agora já estamos com máquinas aqui para iniciar as obras, a população logo verá a diferença na região”. afirma o deputado Rafael Prudente.

Para o deputado Delegado Fernando Fernandes, essas obras são fundamentais para o bem estar do nosso povo. “As pessoas cobravam essa obra e hoje ela é realidade, e tenham a certeza de que estarei aqui fiscalizando e buscando cada vez mais melhorias para os moradores do Sol Nascente e Pôr do Sol”. Diz Fernando Fernandes.

Em poucos meses o administrador Cláudio Ferreira, juntamente com sua equipe tem mostrado um trabalho exemplar, e estão buscando sempre junto ao GDF, aos secretários e aos deputados, emendas para mudar para melhor a cidade de Sol Nascente e Pôr do Sol. “Estamos cumprindo mais uma promessa feita aos moradores da QCS 2, conjunto B, e não vamos parar por aqui, tem muita coisa boa chegando para os moradores de nossa região, e juntos vamos construir uma cidade mais humana e melhor para se viver”. declara Cláudio Ferreira.

Do abandono ao cuidado diário, a região administrativa do Sol Nascente/Pôr do Sol é palco de transformação. A comunidade, que cresceu desordenadamente e sem amparo, agora conta com a presença permanente do Estado. Enquanto as obras definitivas de urbanização seguem o trâmite burocrático para se encaixar na realidade da cidade, o Governo do Distrito Federal trabalha para melhorar a qualidade de vida dos cerca de 180 mil habitantes. Nesta gestão, são mais de R$ 107,4 milhões em investimentos.

“Por muitos anos os governantes fecharam os olhos para os moradores do Sol Nascente/Pôr do Sol. Esse tempo acabou. Nós criamos a região administrativa para transformar e integrar os dois bairros. Obras estão sendo feitas e um grande projeto de urbanização está sendo criado e executado para que a população tenha as condições de moradia que merece”, diz o governador Ibaneis Rocha.

Para estimular o desenvolvimento, a maior obra prevista para a área é a construção da Avenida do Sol. A via de 7,8 quilômetros cortará a cidade da BR-070 até a Avenida Elmo Serejo, com calçadas, canteiro central, iluminação, arborização e equipamentos públicos. Serão aplicados cerca de R$ 20 milhões na ação. Segundo o Departamento de Estradas de Rodagem (DER), a licitação para contratação de empresa e início da obra deve ser divulgada no segundo semestre.

7,8 kmAvenida do Sol vai cortar a cidade da BR-070 até a Elmo Serejo

Além de ajudar no fluxo de veículos, a nova avenida será ponto de referência importante para cerca de 88 mil moradores. “Será uma obra que vai dar uma identidade ao Sol Nascente/Pôr do Sol, por ser uma região que a maioria das pessoas não sabe onde começa e onde termina”, explica o diretor-geral do DER, Fauzi Nacfur. “Nossa intenção é construir uma avenida mais humanizada, contemplando também a travessia de pedestres e ciclovias”, adianta.

Pertencimento

Empresária local, Elisângela Amaral chegou à cidade há uma década e acumula histórias de perrengue que, aos poucos, ficam só na lembrança. Hoje, ela diz que não troca a cidade por outra, nem o ponto comercial onde vende roupas. São novos asfaltos, calçadas, praças, quadras esportivas, equipamentos públicos, cuidados e investimentos dedicados ao local.

Elisangela Amaral, proprietária de uma loja, aposta no crescimento da RA | Foto: Acácio Pinheiro/Agência Brasília

“Aqui a gente tinha um serviço feito de qualquer jeito, um paliativo. Com a criação da Região Administrativa, as coisas são feitas para durar, com atenção e até carinho para melhorar a vida de todo mundo. O governador acertou muito quando abraçou, acreditou e resolveu realizar o sonho antigo de quem vive aqui no Sol Nascente”, observa a moradora. “Espero muito que a população cuide e valorize o que está sendo feito”, acrescenta.

“Podemos dizer que o Sol Nascente/Pôr do Sol está em progresso. Hoje temos uma cidade de fato, com demandas resolvidas, necessidades vistas e projetos em andamento”, valoriza o administrador regional da cidade, Cláudio Ferreira. “Meu sonho como gestor é que aqui se torne uma das melhores regiões do DF, com dignidade para a comunidade que passou anos sofrendo. Temos um governo articulado para trazer melhorias, segurança, dignidade e qualidade de vida”, emenda.

Secretário de Governo, José Humberto Pires ressalta o papel do Estado de dar assistência às regiões e criar melhores condições de vida aos cidadãos. “A atenção voltada para as regiões mais carentes é uma decisão do governo, com objetivo de fazer urbanização completa no Sol Nascente/Pôr do Sol, garantir a inclusão social e dinamizar a atividade econômica para criação de emprego e renda para a população”, afirma.

O planejamento para os 180 mil habitantes também prevê áreas de lazer | Foto: Acácio Pinheiro/Agência Brasília

De acordo com ele, o investimento direcionado é importante para promover obras, serviços e ações de saúde, educação, cultura, esporte e lazer, segurança, assistência social, mobilidade. “Precisamos manter a região regularizada, em fase de regularização ou regularizável para que as políticas públicas possam chegar à população. Por isso, vamos manter sempre o combate às invasões e ocupações irregulares para ter condições de fazer um planejamento urbano adequado”, diz.

Urbanização

As obras de urbanização cumpriram cronograma até o fim de 2019, mas os contratos precisaram ser rescindidos porque já não se adequavam às realidades da região. Foi preciso fazer uma análise minuciosa do que havia sido executado, o que estava pendente e os ajustes necessários. Mais adiantado está o processo de obras no trecho 2.

A licitação foi realizada em dezembro passado e está em fase de análise de documentação. A expectativa é que as obras sejam retomadas neste primeiro semestre. Serão investidos R$ 22 milhões em pavimentação asfáltica, drenagem, meios fios, calçadas, sinalização, além da readequação das bacias de detenção.

Enquanto isso, empresas contratadas fazem novos projetos executivos referentes às ações remanescentes do trecho 1 e de todo o 3, ao custo de R$ 2 milhões. Essa etapa é fundamental para que seja lançada a licitação para contratação das companhias que darão continuidade às ações. A previsão é que o cronograma seja iniciado em 2022.

 

“A urbanização pavimenta ruas, faz sistema de drenagem, constrói calçadas e dá condições de acessibilidade, organiza fluxo de veículos e movimentações de pessoas”Janaína Chagas, secretária-executiva de Obras e Infraestrutura

“Ali houve ocupação de forma desordenada e a urbanização pavimenta ruas, faz sistema de drenagem, constrói calçadas e dá condições de acessibilidade, organiza fluxo de veículos e movimentações de pessoas. Tudo isso, fora as questões de saúde pública”, destaca a secretária-executiva de Obras e Infraestrutura, Janaína Chagas.

Aliás, a gestão deu outro passo importante para a regularização da cidade. A Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Habitação (Seduh) finalizou o Estudo Territorial Urbanístico (ETU) aplicável à região. O documento é usado no planejamento, considerando a oferta habitacional e as diretrizes do Plano Diretor de Ordenamento Territorial (Pdot).

“Ele avalia o território, estabelece as áreas de equipamentos públicos, comércio, e também tem função de orientar a dinâmica da cidade enquanto o projeto de regularização não começa. Isso significa que é base para licenciamento de atividades econômicas ali”, explica o subsecretário de Política e Planejamento Urbano da Seduh, Vicente Lima.

Com investimento de R$ 3 milhões, UBS será entregue neste semestre | Foto: Acácio Pinheiro/Agência Brasília

Essenciais

Entre os serviços essenciais, saúde, educação, segurança e moradia estão presentes. A obra na Unidade Básica de Saúde (UBS) 2 do Sol Nascente está 50% executada e tem previsão de entrega neste semestre, com investimento de R$ 3 milhões. Há ainda a expectativa de projetos para a unidade da quadra 105, para licitar ainda este ano. A região do Pôr do Sol também deve ganhar sua UBS até o fim desta gestão. Enquanto isso, as equipes de Saúde da Família e a capacidade resolutiva da atenção primária foram ampliadas.

Escola também é realidade. Para as crianças, a Escola Classe JK foi inaugurada em fevereiro do ano passado. Segundo a Secretaria de Educação, aos poucos, um Centro Especial da Primeira Infância (Cepi) é erguido na entrequadra 500/700 para atender a comunidade: 67% da obra está executada, com previsão de entrega neste semestre e investimento de R$ 3,53 milhões.

Além disso, a região recebe mais dignidade com moradia. A Companhia de Desenvolvimento Habitacional (Codhab) entregou imóveis para 220 famílias nos últimos dois anos na quadra 700. Entre 2021 e 2022, a previsão é que outras 508 unidades sejam distribuídas, no mesmo local e na quadra 105.

R$ 3,53 milhõesValor investido na construção do Centro Especial da Primeira Infância (Cepi)

No quesito segurança, o GDF está presente, com operações para reduzir índices de criminalidade. Tem dado resultado: segundo a Secretaria de Segurança Pública, os crimes contra o patrimônio caíram 29,8% em 2020. Ali, o policiamento ostensivo é feito pelo 10º Batalhão da Polícia Militar, além de quatro delegacias da Polícia Civil (19º, 23º, Especial de Atendimento à Mulher II e da Criança e do Adolescente).

Há previsão de mudança da sede da 19ª DP, no P Norte, para outra delegacia a ser construída no Sol Nascente. A PCDF aguarda definição de terreno junto à Codhab-DF para dar andamento nas ações.

Iluminação, saneamento e mobilidade

A Companhia Energética de Brasília (CEB) investiu mais de R$ 675 mil na região, entre obras, eficientização, manutenção e podas de árvores. A cidade foi a primeira a receber o Energia Legal, com instalação de rede de distribuição de energia na área em processo de regularização fundiária. Já foram 71 novos pontos de iluminação pública, além de sete luminárias eficientizadas.

Por sua vez, a Companhia de Saneamento Ambiental (Caesb) deu andamento às obras de esgotamento sanitário para beneficiar mais de 60 mil pessoas, que receberão novas ligações em mais de 16 mil residências. O investimento é de R$ 49.768.116,30 e conta com recursos do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID). Ao todo, serão construídos 141.629,80 metros de redes, além de seis elevatórias de esgoto.

Leia também

Travessias com segurança no Sol Nascente/Pôr do Sol

Foto: Divulgação/CEB

Sol Nascente/Pôr do Sol recebe medidores de energia

Para dar mais segurança nas vias, o Departamento de Trânsito (Detran) instalou quase 300 placas de sinalização vertical e, de olho na melhoria da mobilidade, a cidade vai ganhar um terminal rodoviário. O projeto está pronto e deve ser licitado neste ano pela Secretaria de Transporte e Mobilidade (Semob), com investimento estimado em R$ 3,2 milhões, beneficiando 43 mil pessoas e gerando 150 oportunidades de emprego.

Melhorias pela cidade

Desde 2019, a Companhia Urbanizadora da Nova Capital (Novacap) investiu quase R$ 4 milhões na construção de novas calçadas, pavimentação e drenagem. A região tem cinco quilômetros de passeios feitos na Vicinal 311, Avenidas P1 e P2 Norte, da Avenida JK, no Parque do Sol e na Escola Classe 32. A comunidade também tem três pontos de encontro comunitário (PECs) para prática esportiva.

Além disso, foram construídas 35 bocas de lobo e outras 1,5 mil passaram por limpeza. Só na operação tapa buraco, 5,9 mil metros quadrados de área tiveram manutenção. Novas travessias também garantem a segurança de pedestres: uma passarela de cerca de 12 metros localizada na Chácara 94; e outra na Chácara 126, sobre o Córrego do Meio.

Região tem 65 equipamentos de papa-lixo e vai receber mais 20 | Foto: Acácio Pinheiro/Agência Brasília

Ao mesmo tempo, o GDF Presente leva serviços periódicos, como reparos nas vias, limpeza e recolhimentos de lixo em melhorias de vias que possibilitam, inclusive, melhor atuação da coleta de lixo. Para entrar nas ruas estreitas, o Serviço de Limpeza Urbana (SLU) adquiriu três mini caminhões compactadores. Segundo o diretor-adjunto do SLU, Rômulo Barbosa, é devido ao grande número de ruelas que a região tem o maior número de papa-lixos instalados – são 65 unidades em operação.

Outros 20 vão ser instalados, além de novas papeleiras que se somarão às 47 unidades já utilizadas. Nos próximos meses, pelo menos oito papa-recicláveis chegarão à região, além da construção de dois papa-entulhos. O gestor conta que a administração regional é a principal destinação dos reciclados de resíduos da construção civil produzidos na Unidade de Recebimento de Entulho (URE). Desde agosto do ano passado, foram disponibilizadas 12 mil toneladas de materiais para uso em obras e aterramentos.

Repost: Agência Brasília

Foto: Wesley Fortaleza

 

Administração Presente

As chuvas trazem sempre preocupação a população de nossa cidade, e foi pensando nisso, que em um trabalho conjunto da administração do Sol Nascente/ Pôr do Sol e Novacap, que foram recuperados 2 km de meios-fios da principal via da cidade.                                                                         

A comunidade ficou bastante feliz com a intervenção na região do trecho 3 do Sol Nascente. Seu Jose Carlos, mora há 10 anos na região e mostra alegria ao ver as obras acontecendo. “É gratificante ver a nossa cidade receber essas benfeitorias, e que venham mais coisas boas, pois precisamos muito, em outros governos não tivemos a atenção que hoje estamos tendo de nosso governador e de nosso administrador”, diz José Carlos.

O administrador da cidade, Cláudio Ferreira, afirma que o GDF está com projetos em fase de conclusão para que o trecho 3 do Sol Nascente receba toda infraestrutura para drenagem em redes de águas pluviais.

É tempo de ação é tempo de trabalho!

 

A Administração do Sol Nascente e Pôr do Sol em conjunto com a Caesb, estão realizando a Instalação da rede de esgoto na chácara 74 trecho III Sol Nascente. Essa é uma obra muito esperada é que está acontecendo para melhorar a vida das pessoas.

“Com a chegada da rede de esgoto para os moradores da chácara 74, estamos trazendo uma melhor qualidade de vida para a nossa população, sabemos que ainda há muito para ser feito, mas estamos trabalhando muito para garantir as melhorias necessárias para a comunidade do Sol Nascente e Pôr do Sol”, afirma o administrador Cláudio Ferreira.

O Administrador da cidade Cláudio Ferreira, afirma que muitas obras estão em andamento na cidade, e que logo a população irá usufruir de todos os benefícios desse trabalho em favor do povo.

É tempo de ação é tempo de trabalho!

Após a suspensão das obras de infraestrutura do Setor Habitacional Sol Nascente, a Secretaria de Obras trabalha para retomar e concluir as obras na região. Nos Trechos 1 e 3 o primeiro passo acaba de ser dado, com a contratação das empresas responsáveis pela elaboração dos projetos executivos para a continuidade das obras de pavimentação asfáltica, drenagem, construção de meios-fios e calçadas e sinalizações horizontal e vertical, além da readequação das bacias de detenção.

A atualização do projeto referente ao Trecho 1 será realizada pela empresa Prisma Consultoria e Engenharia LTDA, com investimento de R$ 995.436,02. Já a empresa Aria Engenharia S/S LTDA será a encarregada de atualizar o projeto do Trecho 3, ao custo de R$ 1.013.936,95. A quantidade de empregos a serem criados com os novos planos de trabalho vai depender.

“O projeto original que deu início às obras de infraestrutura na região se tornou inexequível em virtude do contínuo crescimento do setor habitacional. Onde deveríamos construir uma lagoa de detenção, hoje temos casas e comércio. Por isso, antes de retomarmos as obras de infraestrutura urbana, precisamos fazer essa atualização”, explica o secretário de Obras, Luciano Carvalho.

No Trecho 1, todas as obras previstas em contrato foram realizadas. No Trecho 2, 76,70% da drenagem, 43,79% da pavimentação e 61,66% dos blocos intertravados estão executados. No Trecho 3, 71,49% dos serviços de drenagem, 6,08% de pavimentação, 29,92% de meios-fios e 37,81% dos blocos intertravados estão prontos.

Entenda o caso

Em setembro de 2019, a empresa Etec, uma das integrantes dos consórcios responsáveis pela execução dos serviços nos Trechos 1, 2 e 3, entrou em processo de recuperação judicial. Por esta razão foi necessária a modificação da composição desses consórcios perante a Junta Comercial do DF, o que requer análise técnica e das formalidades legais de registro societário dessa modificação.

O pedido de recuperação judicial ofertado pela empresa, contudo, foi negado pelo Poder Judiciário de modo que os consórcios deixaram de atender às condições exigidas para a continuidade das obras. Consequentemente, os contratos tiveram necessariamente que ser rescindidos.

“Infelizmente, em virtude dessa situação, não tivemos como dar prosseguimento às obras. Quero tranquilizar os moradores e comerciantes do Sol Nascente e dizer que estamos trabalhando para retomar as obras o quanto antes. E, assim, trazer melhores condições de vida à região”, conclui Luciano Carvalho.

Trecho 2

O GDF marcou para 20 de agosto a licitação para contratação de empresa responsável pela execução de obras de pavimentação asfáltica, drenagem, meios-fios, calçadas, sinalização horizontal e vertical, além da readequação das bacias de detenção do Trecho 2 do Setor Habitacional Sol Nascente. O certame, no entanto, acabou suspenso pelo Tribunal de Contas do Distrito Federal (TCDF), para que fossem feitos ajustes no Edital e no Termo de Referência.

“Atendemos todas as requisições e a continuidade da licitação foi autorizada pelo TCDF. Com tudo certinho, vamos republicar o edital o mais brevemente possível, para que possamos contratar a empresa vencedora e iniciar os serviços o quanto antes”, afirma a secretária-executiva de Obras, Janaína Chagas.

“Concluir as obras de infraestrutura do Sol Nascente é uma das prioridades do governo. Com todos os problemas resolvidos, nossa meta é retomar as obras, no mais tardar, no primeiro trimestre do ano que vem”, arremata o secretário de Obras, Luciano Carvalho.

A licitação para contratação de empresa responsável pela continuidade das obras do Trecho 2 do Setor Habitacional Sol Nascente será realizada em 28 de dezembro. O certame estava marcado para 20 de agosto, mas acabou suspenso pelo Tribunal de Contas do Distrito Federal (TCDF) para que fossem feitos ajustes no edital e no termo de referência.

No local serão investidos R$ 21.828.601,75 para a execução de obras de pavimentação asfáltica, drenagem, meios-fios, calçadas, sinalização horizontal e vertical e readequação das bacias de detenção. A expectativa é de gerar 150 empregos, entre diretos e indiretos.

“Concluir as obras de infraestrutura do Sol Nascente é uma das prioridades do governo”, afirma o secretário de Obras e Infraestrutura, Luciano Carvalho. “Nossa expectativa é que todo o processo licitatório esteja concluído em 120 dias para que possamos retomar as obras na região logo após o término do período chuvoso.”

No Trecho 1, todas as obras previstas em contrato foram realizadas. No Trecho 2, estão concluídos 76,70% da drenagem, 43,79% da pavimentação e 61,66% dos blocos intertravados. Já no Trecho 3, foram executados 71,49% dos serviços de drenagem, 6,08% de pavimentação, 29,92% de meios-fios e 37,81% da pavimentação.

“Do início da obra para cá, a cidade não parou de crescer”, explica a subsecretária de Projetos, Orçamento e Planejamento de Obras, Ery Brandi. “Esse crescimento exigiu de nós a atualização do projeto para que incluíssemos ruas até então não contempladas. Após a contratação da empresa vencedora da licitação, vamos concluir todas as ruas do Trecho 2.”

Entenda o caso

Em setembro de 2019, a empresa Etec, uma das integrantes dos consórcios responsáveis pela execução dos serviços, entrou em processo de recuperação judicial. Foi necessário modificar a composição desses consórcios perante a Junta Comercial, o que requer análise técnica e das formalidades legais de registro societário.

Como o pedido de recuperação judicial ofertado pela empresa foi negado pelo Poder Judiciário, os consórcios deixaram de atender as condições exigidas para a continuidade das obras, e os contratos, por sua vez, tiveram necessariamente que ser rescindidos.

“Infelizmente, em virtude dessa situação, não tivemos como dar prosseguimento às obras”, pontua Luciano Carvalho. “Recentemente, contratamos as empresas responsáveis pela atualização dos projetos dos trechos 1 e 3. Agora republicamos o edital do Trecho 2. Quero tranquilizar os moradores e comerciantes do Sol Nascente e dizer que estamos trabalhando para retomar as obras o quanto antes e, assim, trazer melhores condições de vida à região.”

Com informações da Secretaria de Obras e Infraestrutura

 

Atualização 05 de Outubro de 2021

Administrador Regional
Cláudio Ferreira Domingues 
Telefone: (61) 9 9317 4405
E-mail: gab@solnascente.df.gov.br

 

Chefe de Gabinete
Marcondes Bezerra de Sousa 
Telefone: (61) 3550-6284

 

Coordenação Executiva – COEX
Chefia: José Ricardo da Silva Ferreira 
Telefone: (61) 3550-6284

 

Diretoria de  Aprovação e Licenciamento  –  DIALIC
Chefia: Pedro Henrique Lopes da Silva 
Telefone: (61) 3550-6254

 

Diretoria de Obras  –  DIROB
Chefia: Cairo Vaz do Nascimento 
Telefone: (61) 3550-6254

 

Gerencia de Politicas Sociais – GPOLS

Gerente: Marcos Aurelio da Silva 

Telefone: 3550-6254

 

Nucleo de Protocolo  

Chefia: Sabrina Rodrigues Lima

Telefone: 3550-6254 

 

Francinaldo Lopes da Silva 

Chefia: Nucleo de Transporte 

Telefone: 3550-6254

Cláudio Ferreira – Administrador da RA Sol Nascente e Pôr do SOl 

O administrador da RA XXXII é o advogado e pastor Cláudio Ferreira Domingues. Nascido e criado na maior cidade do Distrito Federal, Ceilândia, Cláudio Ferreira já exerceu funcões na Administração Regional de Taguatinga, foi chefe de gabinete na Administração Regional de Ceilândia e também trabalhou na Câmara Legislativa do Distrito Federal como chefe de gabinete do deputado distritral Delegado Fernando Fernandes. 

Cláudio Ferreira é casado e pai de três filhos. O homem público conhece como ninguém a realidade da penúltima RA criada no Distrito Federal. 

Frase do Administrador: "Acreditar, lutar e vencer". 

 

A Administração Sol Nascente e Pôr do Sol é ponto de arrecadação da Campanha Vem Brincar Comigo 2020. A ação social é uma idealização da primeira-dama do Distrito Federal, Mayara Noronha, e desenvolvida sob a coordenação da Subchefia de Políticas Sociais e Primeira Infância, com apoio da Secretaria de Governo e demais órgãos do GDF.

Como forma de celebrar o dia das crianças, a ação busca arrecadar brinquedos e livros infantis para crianças em situação de vulnerabilidade. Participe!

Texto:  ASCOM – Administração Regional do Sol Nascente e Pôr do Sol

Arte: ASCOM – GDF

Vídeo: ASCOM – GDF

 

 

 

AGÊNCIA BRASÍLIA * I EDIÇÃO: CAROLINA JARDON


O processo de transformação digital chegou às administrações regionais. O e-GDF, aplicativo oficial do governo, agora conta com uma nova funcionalidade: o e-Cidades, que permite a abertura de requerimentos a distância e o acompanhamento dos respectivos processos. Já disponível, a tecnologia foi oficialmente lançada na manhã da última quinta-feira (30), em uma live no canal da Secretaria de Economia no YouTube.


O novo recurso foi desenvolvido por técnicos da Subsecretaria de Tecnologia da Informação e Comunicação, da Secretaria de Economia, a pedido da Secretaria de Governo. A subsecretaria é responsável pelas redes corporativas e por toda a estrutura de tecnologia da informação do GDF (Decreto nº 40.015/2019), por isso faz a gestão do aplicativo.

O vice-governador do Distrito Federal, Paco Britto, destacou a agilidade que a nova funcionalidade trará a cidadãos, servidores e gestores. “O e-Cidades nada mais é do que levar o nosso governo, todo o secretariado, todos os funcionários, mais próximo da população. Uma ferramenta em tempo real do que está acontecendo nas ruas para que possamos, sob a batuta do governador Ibaneis Rocha, levar respostas rápidas à população”, disse.


Solicitações de licenciamento para carro de som e de termo de permissão de uso para quiosques, feiras ou bancas de revista estão entre os requerimentos que antes tinham de ser feitos pessoalmente em uma das 33 administrações regionais e agora estão no e-Cidades. Com a nova funcionalidade, o cidadão também pode fazer o georreferenciamento de onde há entulho nas proximidades de casa, por exemplo. A mensagem chegará imediatamente à administração regional, que avaliará e encaminhará o problema à unidade competente.


A novidade facilita a vida do cidadão e dá mais transparência aos atos públicos, uma vez que o solicitante vai receber notificações sobre o andamento de sua demanda. “Além de acelerar o atendimento, essa tecnologia nos permite, com muito mais facilidade, dar retorno a fim de informar o que foi feito”, avalia o secretário de Economia, André Clemente.


Para o secretário de Governo, José Humberto Pires, o e-Cidades é mais um instrumento que aproxima o GDF da população: “O governo acontece na porta das pessoas; é lá que o cidadão sente se o governo está ou não atuando. Com mais esse instrumento, ele pode resolver seus problemas burocráticos e também nos ajudar na conservação, no zelo de sua rua, quadra, cidade, sem precisar se deslocar”.


O aplicativo


Aproximadamente 200 mil pessoas já baixaram o aplicativo oficial do Governo do Distrito Federal. Em constante aperfeiçoamento, vem ganhando cada vez mais recursos. Na segunda quinzena de março, por causa do isolamento para combater a disseminação do novo coronavírus, o registro de crimes como furto, agressão e ameaça passou a poder ser feito por meio do serviço Delegacia Eletrônica<https://www.agenciabrasilia.df.gov.br/2020/03/25/aplicativo-e-gdf-ganha-mais-recursos-em-tempos-de-isolamento/>.


Com o app e-GDF instalado no telefone celular, o cidadão também pode abrir e acompanhar solicitações à Ouvidoria do DF, consultar o IPVA e o IPTU, verificar o extrato do Bilhete Único e monitorar protocolos abertos nos hospitais da rede pública.


O uso é simples e intuitivo. O aplicativo é leve e consome pouco do pacote de dados. E as informações pessoais também estão protegidas, dentro do que está sendo proposto na futura Lei Geral de Proteção de Dados.


Quem já tem o e-GDF instalado só precisa fazer a atualização na respectiva loja de apps. Quem ainda não tem pode baixá-lo. O cadastro é simples, por meio do CPF. Aqueles com cadastro na plataforma do Governo Federal<https://www.gov.br/pt-br> podem usar a mesma senha para acesso ao e-GDF.


A integração é parte da Política de Governança Digital em órgãos e entidades da administração pública distrital, instituída pelo Decreto nº 40.253, de novembro de 2019. Desde então, o Comitê de Transformação Digital, sob a coordenação da Secretaria de Economia, vem trabalhando com os órgãos e as entidades do GDF para ampliar os serviços virtuais, melhorar o atendimento ao cidadão e aumentar a eficiência, reduzindo custos.
Com informações da Secretaria de Economia do DF.

 

*Com informações da Secretaria de Economia do DF

 

Texto: Agência Brasília

Arte: ASCOM – Secretaria de Estado de Comunicação

 

Com o objetivo de aquecer o inverno das pessoas em situação de vulnerabilidade social no Distrito Federal, o GDF já lançou a 2° edição da Campanha Agasalho Solidário!
 
Cobertores, agasalhos, luvas e meias, para adultos e crianças, podem ser doados em pontos de coletas, distribuídos na Capital do País. No Sol Nascente e Pôr do Sol, as doações podem ser realizadas na sede da Administração Regional, até o dia 26 de junho, das 8h às 18h, de segunda a sexta-feira, exceto feriados.
 
Para evitar a propagação do novo coronavírus e facilitar a identificação, solicitamos que as doações sejam lavadas e entregues em sacos plásticos transparentes.
 
Faça sua doação!

A única pista que liga os trechos 1 e 2 do Sol Nascente/Pôr do Sol foi reparada. Com serviços de terraplanagem e material fresado de asfalto, o GDF Presente, em parceria com a Administração Regional, trabalhou para dar melhor condição de tráfego aos mais de 87 mil moradores da cidade. A medida foi necessária para nivelar cerca de 600 metros de estrada de chão que ligam os dois setores. 


A intervenção aconteceu nesta semana, na Chácara 34. Coordenador do Polo Oeste do GDF Presente, Elton Walcacer explica que a intervenção foi solicitada após ser instalada uma rede de esgoto na região, o que comprometeu a pista de terra. “Precisávamos recompor a área com nivelamento, colocação de cascalho doado pelo Serviço de Limpeza Urbana (SLU) e material frisado. É uma pista importante que precisa de condições de trafegabilidade”, diz. 


Essa passagem não está inclusa na poligonal do projeto de infraestrutura da cidade, mas, mesmo assim, o trecho é reparado constantemente por ser importante para os moradores. O Administrador regional do Sol Nascente/Pôr do Sol, Goudim Carneiro explica que os cuidados são constantes. “Não podemos fazer a obra definitiva de implementação de asfalto, mas sempre trabalhamos para dar as melhores condições à população que precisa passar por ali”, afirma. 


A dona de casa Marluce Rodrigues passa pelo local diariamente. “Estava difícil de andar por aqui mesmo porque a terra estava toda revirada. Quando chove, carros passam com muita dificuldade. A recuperação foi muito bem-vinda”, diz a moradora de 43 anos. 

Outras melhorias 

Essa é a única passagem entre os trechos da cidade. A interligação definitiva e estruturada virá com a criação da Avenida do Sol, que cruzará a cidade por 7,8 quilômetros, entre a BR-070 na altura da QNR até a Avenida Elmo Serejo.


Isso vai contemplar todas as travessias possíveis, sem a necessidade de sair para Ceilândia para chegar a outro trecho, explica o administrador regional. O investimento estimado é de R$ 28 milhões e a obra será executada pelo Departamento de Estradas de Rodagem do Distrito Federal (DER/DF).


Outro benefício para a comunidade local é a pavimentação asfáltica de aproximadamente 1 quilômetro na Vicinal 311 que  saiu do papel. A melhoria beneficia cerca de 10 mil moradores que transitam diariamente por ali. 

 

 

 

Fonte: Agência Brasília

Imagens: Administração Regional do Sol Nascente e Pôr do Sol

Por meio da Administração Regional do Sol Nascente e Pôr do Sol, o GDF se faz presente na construção dos sonhos em nossa cidade.

Nesta terça-feira (05/05), a Administração e a Novacap, em ação conjunta, realizando os serviços de terraplanagem e Operação Buraco Zero, no Trecho 01, do Sol Nascente.

 

 

 

Texto: Administração Regional do Sol Nascente e Pôr do Sol

 

Imagens: Administração Regional do Sol Nascente e Pôr do Sol

Mesmo em tempos de novo coronavírus, a Administração Regional do Sol Nascente e Pôr do Sol tem trabalhado na realização de uma série de benfeitorias na cidade.

Estão sendo realizadas ações diversas, como serviços de limpeza, terraplenagens, operações Buraco Zero e mutirões de prevenção e conscientização na luta contra o Aedes aegypti. 

Essa batalha contra o Coronavírus irá ter fim e o objetivo da Administração é estar com a cidade bem cuidada e livre de epidemias, para garantir qualidade de vida para a nossa população.

 

Texto: Administração Regional do Sol Nascente/ Pôr do Sol

Imagens: Administração Regional do Sol Nascente/ Pôr do Sol

 

 

 

A Administração Regional do Sol Nascente e Pôr do Sol, a Secretaria de Saúde do DF, a Vigilância Ambiental e o Corpo de Bombeiros do DF realizaram, na quarta-feira (29/04), o grande mutirão de combate à dengue e outras doenças . Durante a ocasião, as equipes estão realizando a inspeção dos domicilios e conscientizando a população sobre a maneira correta de combater o Aedes aegypti.

 

 

Texto: Administração Regional do Sol Nascente/ Pôr do Sol

Imagens: Administração Regional do Sol Nascente/ Pôr do Sol

 

As equipes da Administração Regional do Sol Nascente e Pôr do Sol e Novacap realizaram a desobstrução de diversas bocas de lobo, próximas a Área de Desenvolvimento Econômico (ADE), do Pôr do Sol. Essa ação faz parte do grande mutirão de limpeza, recuperação de vias e outros serviços que estão sendo realizados por toda a cidade.

 

 

 

Texto: Administração Regional do Sol Nascente/ Pôr do Sol

 

Imagens: Administração Regional do Sol Nascente/ Pôr do Sol

Audiência Pública será ao vivo e transmitida pelo Facebook do Governo. População também poderá se manifestar sobre o PLDO por telefone ou site da Ouvidoria 

Entre os dias 20 de abril e 3 de maio a população do Distrito Federal poderá enviar sugestões para elaboração do Projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias (PLDO) de 2021.

O cidadão disporá de três alternativas para fazer solicitações e sugestões ao projeto orçamentário. A iniciativa é coordenada pela Secretaria de Estado de Economia do Distrito Federal (SEEC).

Diferente dos anos anteriores, a Audiência Pública não será aberta ao público de forma presencial, mas com transmissão ao vivo, via Facebook do GDF. A ação deve-se ao acordo com o Plano de Contingência Distrital, que suspendeu os eventos como forma de prevenção e combate à pandemia da Covid-19.

Na ocasião, será possível enviar dúvidas e sugestões que serão respondidas durante a apresentação. A Audiência é aberta a toda a população e contará com a presença de técnicos da Secretaria de Economia, que explicarão os principais pontos do PLDO 2021 e colherão as sugestões dos cidadãos.

As propostas apresentadas pela comunidade serão analisadas pela SEEC e poderão compor o projeto final do PLDO 2021, que será encaminhado à Câmara Legislativa do Distrito Federal.

De acordo com o calendário de elaboração da proposta, a versão preliminar do texto está disponível para consulta pública no site da Secretaria de Economia (www.economia.df.gov.br) e o retorno à população sobre as sugestões recebidas serão emitidas até 25 de maio.

Outras formas de participar

O período para envio de sugestões já começou e vai até 3 de maio deste ano. Além da Audiência Pública, o cidadão também poderá participar do Projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias 2021 de outras duas maneiras: telefone e site da Ouvidoria do DF (www.ouv.df.gov.br).

A LDO

A Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) é uma peça orçamentária que estipula as prioridades e metas do Governo para o próximo exercício financeiro. O documento é o elo entre os programas e estratégias do Plano Plurianual e a Lei Orçamentária Anual (LOA).

No Distrito Federal, a proposta da LDO precisa ser encaminhada à Câmara Legislativa até o dia 15 de maio de cada ano. As funções da lei estão estipuladas na Constituição Federal, na Lei de Responsabilidade Fiscal (LC 101/2000) e na Lei Orgânica do Distrito Federal.

Além de orientar a elaboração da Lei Orçamentária Anual (LOA), a Lei de Diretrizes Orçamentárias também dispõe sobre alterações na legislação tributária e política de aplicação das agências financeiras oficiais de fomento, e ainda define a política de pessoal de curto prazo da administração direta e indireta.

 

Serviço:

:: Online

Audiência pública do Projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias (PLDO)

Data: 23 de abril de 2020 (quinta-feira), às 15h

Transmissão ao vivo pelo facebook do GDF

Acesse: facebook.com/govdf/

 

:: Pelo site www.ouv.df.gov.br 

Acesse o ícone “sugestão”, pesquise o assunto “LDO 2020” e preencha o cadastro.

 

:: Por telefone

Pela Central de Atendimento 162 (opção 1 – falar com atendente)

 

Os arquivos da LDO 2021 estão disponíveis para consulta neste site. Clique aqui e confira!  

Fonte: Secretaria de Economia

 

De acordo com o Decreto 40.546, de 20 de março de 2020, a Administração Regional do Sol Nascente e Pôr do Sol está realizando os atendimentos ao público em regime de teletrabalho. O atendimento está sendo realizado por meio do telefone e contato de whatsApp: (61) 9 8409-7957, em que uma servidora da administração recebe todas as demandas e direciona as pessoas, de forma eficaz, para teleatendimentos com os setores responsáveis.

 

Mapa do site Dúvidas frequentes Comunicar erros